Os 10 Melhores Trechos Do Livro O Monge E O Executivo

Tempo de leitura: 2 minutos

Os trechos do livro O Monge e o Executivo são recheados de ensinamentos muito preciosos.

Os 10 melhores trechos do livro O Monge e o Executivo

1 – Ouvir é uma das mais importantes habilidades que um líder pode escolher para desenvolver.
2 – Liderança: É a habilidade de influenciar pessoas para trabalharem entusiasticamente visando atingir aos objetivos identificados como sendo para o bem comum.
3 – Se nos concentrarmos em tarefas e não em relacionamentos, podemos ter transferências, rebeliões, má qualidade de trabalho, baixo compromisso, baixa confiança e outros sintomas indesejáveis.
4 – Lembrem-se de que o mundo exterior entra em nossa consciência através dos filtros de nossos paradigmas. E nossos paradigmas nem sempre são corretos.
5 – A mudança nos desinstala, nos tira da nossa zona de conforto e nos força a fazer as coisas de modo diferente, o que é difícil. Quando nossas ideias são desafiadas, somos forçados a repensar nossa posição, e isso é sempre desconfortável. E por isso que, em vez de refletir sobre seus comportamentos e enfrentar a árdua tarefa de mudar seus paradigmas, muitos se contentam em permanecer para sempre paralisados em seus pequenos trilhos.
6 – Um líder é alguém que identifica e satisfaz as necessidades legítimas de seus liderados. Removendo todas as barreiras para que possam servir ao cliente. Para liderar, você deve servir.
7 – Todas as boas intenções do mundo não significam nada se não forem acompanhadas por nossas ações.
8 – Não tenho necessariamente que gostar de meus jogadores e sócios, mas como líder, devo amá-los. O amor é lealdade, o amor é trabalho de equipe, o amor respeita a dignidade e a individualidade. Esta é a força de qualquer organização. Vince Lombardi
9 – O ego pode de fato interpor-se no caminho e criar barreiras entre os líderes e seus liderados. Os líderes arrogantes, que acham que sabem tudo, são um estrago para muitas pessoas. Essa arrogância também é uma pretensão desonesta, porque ninguém sabe tudo ou tem tudo. Humildade para mim é pensar menos em si mesmo.
10 – O verdadeiro compromisso envolve o crescimento do indivíduo e do grupo, juntamente com o aperfeiçoamento constante. O líder comprometido dedica-se ao crescimento e aperfeiçoamento de seus liderados. Ao pedirmos às pessoas que lideramos que se tornem o melhor que puderem, que se esforcem no sentido de se aperfeiçoarem sempre, devemos também demonstrar que nós, como líderes, estaremos igualmente empenhados em crescer e nos tornarmos o melhor que pudermos. Isso requer compromisso, paixão, investimento nos liderados e clareza por parte do líder a respeito do que ele pretende conseguir do grupo.

Estes foram os trechos do livro O Monge e o Executivo que foram mais marcantes para mim.

Se você já leu e acha que outros trechos sejam tão importantes quanto, só comentar aí embaixo ou no artigo anterior sobre o livro!

Abraços e boas leituras galera! 😉

O que você acha deste livro?