Resumo Do Livro Hackeando Tudo

Tempo de leitura: 4 minutos

O livro Hackeando tudo foi escrito por Raiam Santos.

Raiam é um jovem brasileiro que passou a adolescência nos EUA.

Se formou em três cursos na Universidade da Pensilvânia, onde também foi jogador de futebol americano. Já trabalhou na Bolsa de Valores de Nova Iorque, é escritor, palestrante, lidera uma startup de educação e tem um blog chamado Mundo Raiam.

Mas já passou por muitos obstáculos, e isso o ajuda a ensinar muita coisa interessante.

Ele notou que o caminho mais rápido para chegar ao sucesso profissional e pessoal é a construção de hábitos positivos.

Transformou os hábitos que conseguiu incorporar em seu dia-a-dia, e alguns que ainda não conseguiu, em hacks.

90 hacks para usar no dia-a-dia

O livro engloba 90 hacks (com uma surpresa no final) que vão te ajudar a evoluir como pessoa. Vão desde hacks para te tornar uma pessoa mais concentrada e produtiva a hacks que te fazem ser uma pessoa mais solidária.

Raiam separa os hacks em vários aspectos das nossas vidas. E tudo isso com uma linguagem muito direta e sem mimimi.

O livro Hackeando tudo está repleto de dicas de livros de desenvolvimento pessoal. Alguns já citados aqui no blog e outros não (já estão na minha lista).

E o livro que desencadeou mudanças positivas na vida de Raiam foi justo o livro O poder do hábito, do qual já escrevemos aqui.

Alguns dos hacks do Raiam eu já consegui adotar, outros não.

O hack que fala sobre parar de assistir à TV é um dos meus favoritos. Isso me poupa de inúmeras notícias inúteis, novelas que não servem para nada e ainda faz sobrar mais tempo para eu ler e escrever. Da para se dizer que é um hack 2 em 1.

Outro dos hábitos que já incorporei em minha rotina é o de assistir a vídeos motivacionais. É fora do normal o que muda em sua mentalidade captar o que é dito nesses vídeos.

Network

Um hack que já tinha visto no livro Como fazer amigos e influenciar pessoas e que Raiam também explica é o que fala sobre o nome das pessoas. Raiam fala que você deve verbalizar o nome da pessoa que acabou de conhecer 3 vezes.

“Lembre-se que o nome de uma pessoa, é para ela, o som mais doce e mais importante que existe em qualquer idioma.” – Dale Carnegie no livro Como fazer amigos e influenciar pessoas

Raiam cita o exemplo de Bill Clinton como sendo o maior networker da história. Clinton consegue lembrar o nome de todo mundo, mesmo tendo visto a pessoa uma única vez e há muito tempo.

Ricardo Geromel, que escreveu o livro Bilionários, do qual já falamos aqui, é citado pelo autor, que diz que a seguinte frase lhe colocou em choque:

“Se você é o cara mais inteligente da sala, traga alguém mais inteligente que você ou troque de sala”

Você deve sempre estar junto de pessoas que farejam sucesso, pessoas que irão te ensinar algo.

Fazer conexões foi uma forma que encontrei de impulsionar o blog. E esse é o hack #71, faça uma conexão por dia.

Estou falando demais sobre os hacks, já percebi isso. Mas é que todos eles tem ótimas aplicações no dia-a-dia. Até é possível aplicar todos, mas tem que ser uma pessoa muito, mas muito disciplinada.

Porém vale a tentativa de aplicar o máximo possível.

Praticamente é senso comum entre os autores a ideia de que ler livros faz muito bem para qualquer pessoa. Então, segue um trecho escrito pelo Raiam para incentivar a leitura:

“Você pode não ter Arnold Schwarzenegger, Steve Jobs e Warren Buffet como seus mentores, mas você pode saber exatamente o que se passa dentro de suas cabeças em seus business books e autobiografias.”

Capítulos do livro Hackeando tudo

  • Por que escrevi este livro?
  • Por que você deve ler este livro?
  • Hacks sobre Produtividade
  • Hacks sobre Corpo
  • Hacks sobre Cabeça
  • Hacks sobre Pessoas
  • Hacks sobre Finanças
  • Hacks sobre Conhecimento
  • Já acabou?
  • Curtiu este livro?

Ficha técnica do livro Hackeando tudo

Capa do livro Hackeando tudo

Título: Hackeando tudo – 90 hábitos para mudar o rumo de uma geração
Autor: Raiam Santos
Número de páginas: 160
Link para compra (link afiliado)

5/5 (1 votos)

O que você acha deste livro?